Detalhes do Projeto

A Certificação de Rede, além de garantir que o sinal de dados esteja perfeito e operando de acordo com as normas, também garante a qualidade da solução de infraestrutura.
A certificação de uma rede envolve uma série de testes que avaliam diversos parâmetros do cabeamento. Na prática, esses parâmetros demonstram a qualidade ao maior nível de detalhes do cabeamento de uma rede local, garantindo assim, o máximo de desempenho que a rede pode oferecer.

Para executar a certificação, é utilizado um dispositivo altamente calibrado e específico para fins de análise em redes, que é capaz de detectar possíveis falhas seguindo as normas.

VANTAGENS:

  • A Certificação de rede elimina todos os elos fracos de uma rede de dados;
  • Análise profunda da rede, evidenciando quaisquer problemas, sendo eles de configuração, crimpagem de keystone, crimpagem de patch panel, patch cord, cabo amassado ou rompido;
  • Elimina Perdas e/ou Intermitência de sinal de dados que podem impactar em queda de produção e qualidade nos serviços de sua empresa;
  • Garantia de que tudo está operando de acordo com as normas técnicas estabelecidas pelos padrões nacionais e internacionais de instalação;
  • A Certificação de rede é feita em novas estruturas ou em estruturas já existentes, utilizando ferramentas específicas de alto nível.

Detalhes Técnicos

Para Quem?

Solução ideal para empresas que procuram:

  • Certificação de pontos de rede;
  • Certificação completa;
  • Garantia da rede para Aplicativos;
  • Necessidade de SLA de 99,99% nos serviços de rede.

Atualmente o mercado disponibiliza diversos sistemas que funcionam em nossa rede, alguns deles necessitam de uma rede certificada para garantia de um bom funcionamento. Além desse, temos diversos casos onde a certificação de rede é necessária.

Especificações Técnicas

A Certificação de Rede é feita com base nas normas TIA/EIA.

Para a certificação, a Green IT utiliza o Scanner da marca Fluke, modelo DSX-5000. A certificação pode contemplar os seguintes pontos:

– Verifica a disponibilidade de serviço da rede – determina se uma tomada das telecomunicações está ativa. Identifica sua taxa de dados (conexão 10/100/1000), capacidades duplex e se a alimentação está disponível para o PoE;

– Verifica condições da utilização e de erro de conexão – vê a utilização da Ethernet da conexão em teste como uma porcentagem da largura de banda disponível. Identifica o tráfego de transmissão e a presença de erros de rede;

– Identificação de porta – pisca o Switch/Hub. Verifica se a conexão em teste está conectada à porta apropriada ou descobre onde uma tomada na área de trabalho está conectada;

– Verifica a conectividade da conexão da rede até uma Ethernet de 1 Gigabit – usa servidor DHCP para obter um endereço de IP, “pinga” o roteador padrão e o servidor DNS em 10, 100 ou 1000 Mb/s. Ou você pode atribuir um endereço de IP manualmente para executar um ping na rede;

– Verifica o ponto de entrada – checa os níveis da disponibilidade e de tensão para as conexões conectadas ao equipamento de origem de alimentação, para fornecer força aos dispositivos alimentados (PDs), para aplicativos de Alimentação via Ethernet, tais como VoIP, câmeras de rede e pontos de acesso de LAN sem fio;

– Documenta resultados do teste de certificação da conexão por cabeamento, disponibilidade e conectividade da rede, em um relatório consolidado, usando o software LinkWare;

– Resolução de problemas de conexão – determina se os problemas de desempenho são relacionados à rede ou ao cabeamento.